quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

Reta final para beatificação dos pais de Teresa de Lisieux

CIDADE DO VATICANO, quarta-feira, 9 de janeiro de 2008 (ZENIT.org).- Está próxima a conclusão do processo de beatificação dos pais de Santa Teresa do Menino Jesus (Teresa de Lisieux), os veneráveis Luigi Martin e Celia Guérin.

Mais de 2.200 causas estão em estudo na Congregação vaticana para as Causas dos Santos.
Do andamento de algumas delas fala seu prefeito, na edição diária italiana desta quarta-feira de «L’Osservatore Romano», aproveitando o anúncio da próxima publicação de um documento vaticano que pedirá mais rigor nos processos diocesanos.


De acordo com o cardeal José Saraiva Martins, está na reta final o processo de beatificação do casal Martin-Guérin, cujas virtudes heróicas foram reconhecidas em 26 de março de 1944.


OS PAIS DE SANTA TERESINHA - SERVOS DE DEUS


"O Bom Deus me deu um pai e uma mãe mais dignos do Céu que da terra"
Santa Teresinha (Carta de 26.7.1897)


Para os pais de Teresa, Deus devia ser sempre o primeiro a ser servido. Ela será profundamente marcada pela fé ardente e fervor religioso de seus pais.


Louis Martin (1823-94) e Zélie Guérin (1831-77), pais de santa Teresinha, foram declarados "Veneráveis" pelo papa João Paulo II no dia 26 de março de 1994, quando reconheceu suas "virtudes heróicas".


O processo para as Causas de Canonização dos Servos de Deus Louis MARTIN e Zélie GUERIN, pais de Santa Teresinha, foram abertos separadamente pelas dioceses de Bayeux-Lisieux e de Sées, entre 1957 e 1960, e depois enviados a Roma.


Estas duas causas, encaminhadas segundo o método histórico e apresentadas à Congregação para a Causa dos Santos numa única "Positio", serão discutidas simultaneamente. Se a Igreja decidir, os dois esposos poderão ser canonizados juntos.
Os fiéis são incentivados a invocar conjuntamente Luis e Zélia para obter favores e milagres por sua intercessão.


As graças recebidas devem ser relatas em correspondência ao seguinte endereço:
Postulação Geral dos Carmelitas DescalçosCorso d'Italia, 3800198 ROMA (Itália)


ORAÇÃO PARA OBTER GRAÇAS PELA INTERCESSÃO
DOS SERVOS DE DEUS E POR SUA GLORIFICAÇÃO

Deus, nosso Pai,eu vos louvo por nos terdes dado Luis Martin e Zélia Martin como exemplo da unidade e fidelidade matrimoniais, por seu testemunho de uma vida cristã exemplar, cumprindo suas tarefas cotidianas sempre em conformidade com o espírito do Evangelho. Criando uma família numerosa, passando por provações, luto e sofrimentos, eles se mantiveram numa atitude de confiança em vós e aceitaram generosamente vossa vontade.


Senhor, fazei-nos conhecer vossos desígnios a respeito deste casal, e concedei-me esta graça que vos peço, na esperança que o pai e a mãe de santa Teresinha do Menino Jesus possam um dia ser propostos como modelo para a Igreja e para as famílias de nosso tempo.
Amém.


MILAGRE EM MILÃO


Milão, Itália


No dia 10 de junho de 2003, o Cardeal Arcebispo de Milão, D. Dionigni Tettamanzi, acompanhado de três juízes e secretárias, assinou um documento solene: a ata da abertura oficial do processo de reconhecimento da cura milagrosa do menino Pietro Schiliro de Monza, (nascido a 25 de maio de 2002), pela intercessão dos Veneráveis Luis e Zélia Martin, pais de santa Teresinha. A família da criança, seus irmãos e irmãs estavam presentes, bem como uma centena de pessoas, entre as quais alguns médicos, testemunhas do processo. Eu participei como representante da diocese de Lisieux. Pietro nasceu com seus pulmões tão danificados que, clinicamente, não poderia continuar vivendo. Respirava artificialmente e ninguém imaginava que pudesse respirar algum dia. O Padre Sangalli, Religioso Carmelita, foi quem sugeriu aos pais de Pietro fazer uma novena aos pais de santa Teresinha. Toda a paróquia uniu-se nesta novena. No dia 29 de junho, dia de seu onomástico, Pietro já estava bem melhor. Deixou a clínica no dia 24 de junho em perfeitas condições de saúde. Esta cura, humanamente inexplicável, foi testemunhada por várias pessoas, entre as quais 7 médicos. O menino curado engatinhava debaixo da mesa, enquanto o Cardeal lia e assinava o decreto. Espetáculo inédito neste tipo de tribunal!


Com este milagre, a beatificação de Luis e Zélia Martin não demorará muito a ser decidida por Sua Santidade, o papa João Paulo II, que terá a palavra final.


+ Guy Gaucher

Bispo Auxiliar de Bayeux e Lisieux

Um comentário:

Guia disse...

Fiquei muito feliz e surpresa, com o andamento da beatificação dos veneráveis pais de santa teresinha. Já, há muito tempo, que peço graças por meio deles, agora, estou reforçando para que logo que receber qualquer favor do ceú por intercção deles, eu terei o maior prazer em publicá-los.

MARIA DA GUIA BEZERRA